terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Sindicato garante mesma faixa salarial para trabalhadores da Voith Manutenção e Logística absorvidos pela Ford


Mais de 500 funcionários da Voith Manutenção e Logística vão ser absorvidos pela Ford, garantindo a empregabilidade no setor automotivo em Camaçari, e também em toda a Região Metropolitana de Salvador. 
Os trabalhadores também terão a mesma faixa salarial, sem risco de ingressar na Ford ganhando menos do que antes. Uma grande vitória do Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari para assegurar a manutenção dos ganhos do trabalhador. Segundo a entidade, a negociação com o objetivo de evitar demissão em massa é uma prática permanente.  
“Enquanto outras bases do setor automotivo no país sofrem com o desemprego e a redução de direitos, nós temos conseguido a manutenção dos postos de trabalho na base do diálogo, do entendimento em prol do chão de fábrica”, avalia Júlio Bonfim, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari.

24/02/2015

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Operários da GM em São José fazem greve após nova proposta de demissões e layoff



Mais de cinco mil trabalhadores da General Motors em São José dos Campos (SP) entraram em greve por tempo indeterminado nesta sexta-feira (20). A medida é uma reação à proposta feita pela montadora para suspensão dos contratos de trabalho para 794 funcionários da unidade.


De acordo com a entidade, o novo layoff seria válido por dois meses, mas sem garantia de estabilidade do emprego. Na última sexta-feira (13), cerca de outros 800 empregados da unidade voltaram às atividades após cinco meses com contratos suspensos. Pelo acordo feito em agosto do ano passado entre GM e sindicato, estes operários deverão ter estabilidade pelo menos até o início do segundo semestre. 

A greve desta sexta-feira foi definida depois de uma assembleia entre os trabalhadores do primeiro turno da unidade. De acordo com o sindicato, a paralisação acontece dentro da própria fábrica em São José e outras assembleias devem acontecer ao longo do dia. A expectativa da entidade é que o movimento receba 100% de adesão.

"Os trabalhadores rejeitaram a proposta da montadora, pois não tem nenhuma espécie de garantia na volta às atividades. É uma proposta que busca demissão dos trabalhadores da fábrica. A nossa greve é preventiva, porque a empresa afirmou que se a proposta (de layoff) não fosse aceita, haveria demissão", afirmou o secretário-geral Luiz Carlos Prastes, conhecido como Mancha. 

Fonte: G1
23/02/2015

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Ford afasta 420 em São Bernardo do Campo para ajustar produção à demanda

O baixo movimento no mercado brasileiro já está afetando o ritmo da Ford. A montadora americana afastou 420 funcionários da planta de Taboão, bairro de São Bernardo do Campo, no ABC paulista.
O afastamento começa segunda (23) e é uma medida para adequar a produção à demanda de mercado, de acordo com a montadora. Em janeiro, a queda nacional foi de 18,8%, mas as preliminares de fevereiro apontam recuo de 25%.
A fábrica da Ford em Taboão produz automóveis e caminhões, sendo que a cadência na linha do New Fiesta vai cair de 55 para 44 veículos por hora. Já as linhas de caminhões serão reduzidas de 17 para 14 unidades/hora.
Os 420 empregados – afastados por tempo indefinido – não estão em layoff (suspensão temporária do contrato de trabalho) e o período de ausência será descontado do banco de horas.

Fonte: SMT
22/02/2015

domingo, 15 de fevereiro de 2015

15 de março para o Metal Clube, Recadastramento para pagamento da taxa de manutenção para inclusão dos seus dependentes.

A partir do dia 15 março, os trabalhadores associados ao Metal Clube devem fazer o recadastramento para pagamento da taxa de manutenção para inclusão dos seus dependentes. 
A taxa de manutenção para inclusão dos dependentes. É exclusiva para inclusão dos dependentes caso o associado não deseje colocar nenhum dependente ele será  incluso em nenhuma taxa.  

Data: 08/02/2015

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Sindicato consegue remanejar 64 trabalhadores da Ford e evita demissões em massa


Em mais um grande esforço de negociação, o Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari filiado a CTB chapa 1 conseguiu reverter um quadro de demissão no Complexo Ford. Os dirigentes sindicais conquistaram o remanejamento de 64 trabalhadores para a fábrica de motores, evitando que dezenas de funcionários  da Ford ficassem sem emprego.

Essa é mais uma importante vitória em Camaçari e demonstra a força e determinação do Sindicato em garantir a empregabilidade na região. Muito diferente da situação enfrentada por trabalhadores nas montadoras da Região Sudeste, principalmente em São Paulo, onde milhares de funcionários foram demitidos ou tiveram os direitos reduzidos. 

No começo deste ano, a Volkswagen anunciou a demissão de 800 funcionários da fábrica em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. Cerca de 11 mil empregados voltavam de uma licença remunerada de quase 30 dias. Já a Mercedes-Benz colocou mil trabalhadores em licença remunerada (lay-off) até abril, 750 em São Bernardo do Campo e 250 em Juiz de Fora. As unidades da GM nas cidades paulistas de São José dos Campos e São Caetano do Sul também ameaçam milhares de funcionários de demissão. Em 2014, o setor automotivo demitiu 7,3 mil em apenas 7 meses no Brasil.


Diante de um cenário cada vez mais preocupante no restante do país, é preciso valorizar mais essa conquista na Bahia. “Todos os nossos esforços estão voltados para que seja possível encontrar alternativas e soluções justamente para evitar as demissões em massa. Através da negociação, e do bom sendo, o resultado tem sido positivo. Não sofremos com demissão em massa, assegurando o sustento de milhares de trabalhadores e suas famílias”, diz Júlio Bonfim, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari.

Fonte: CTB chapa 1
08/02/2015

Trabalhadores da Voith Manutenção e logística serão absorvidos pela Ford


Uma excelente notícia para os trabalhadores da Voith Manutenção e logística. Agora, toda a área de manutenção e também a grande maioria dos trabalhadores da logística passarão à ser responsabilidade da Ford. E sem demissões.

O Sindicato, após intensas reuniões, conseguiu garantir que centenas de funcionários também sejam absorvidos pela Ford, em mais uma prova do poder de negociação do movimento sindical. A entidade mediou esse entendimento, deixando clara a necessidade de valorizar a mão de obra e evitar o desemprego em massa.

Vale destacar a habilidade do Sindicato em argumentar com a Ford, chegando a um desfecho muito positivo para os funcionários, logo no começo do ano. “Defendemos com muito vigor essa posição durante toda a negociação, pois era a forma mais adequada para garantir que os trabalhadores não perdessem o emprego. Além disso, eles passam a ser funcionários Ford. Mais uma vitória que a gente valoriza muito”, explica Júlio Bonfim, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari.

A empresa deverá fazer a informação a partir de segunda feira (9)   

Fonte: Stim CTB chapa 1
Data: 08/02/2015

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari: Posse da Chapa 1 é realizada com festa no Metal Clube

O Metal Clube em Jauá recebeu associados e familiares neste domingo (01/02) para a solenidade de posse da chapa 1, reeleita com a maioria esmagadora de 98% dos votos. Além da superestrutura do clube, quem esteve presente curtiu ainda shows musicais. Quem fez a abertura do evento foi a banda de forró Filé Com Camarão, que animou a tarde de sol forte em Jauá.
VEJA O VÍDEO E FOTOS ABAIXO:
Filiado à CTB, o Sindicato ofereceu ainda comida, refrigerante e água de graça. Quem preferiu cerveja, pagou apenas 1 real por latinha. “Nosso foco é o trabalhador, proporcionar lazer e qualidade de vida, não apenas as lutas salariais. O papel do Sindicato vai mais além”, disse Júlio Bomfim, que permanece à frente do sindicato por mais 4 anos com uma equipe de 34 diretores.

Para Pascoal Carneiro, representante da Nacional da CTB no evento, esse dia marca uma trajetória importante: “Essa votação histórica prova que a Chapa 1 está no caminho certo e nós, da CTB, continuamos apoiando essa gestão, que tem rendido frutos e repercutido em todas as classes sindicais”, disse ele.

A banda de reggae Adão Negro encerrou a noite. Mas o convite não foi em vão: “Sou metalúrgico por formação, adquirida na Escola Técnica da Bahia. Outros músicos da banda também. Já trabalhei em empresas do Pólo, conheço essa luta e compactuo com ela. Não só de salário vive o trabalhador. O bem estar e a qualidade de vida influem diretamente no rendimento dessas pessoas, e o Sindicato está de parabéns pelo clube, pela iniciativa, pela atitude. É um prazer estar aqui, me sinto em casa”, declara o vocalista da banda Serginho.

O presidente, satisfeito com o reconhecimento do trabalho, disse que vem muito mais por aí. “O projeto ‘Educação também é com a gente’, já vai fazer um ano e é um sucesso. A equipe coordenada por Jorge Portugal, conta com os melhores professores da Bahia, e atende a associados e familiares. Era um sonho que se tornou realidade e nos mostrou que, com trabalho e dedicação, tudo é possível. Agora, vamos construir a pousada do trabalhador. Outro projeto que vai sair do papel é o Centro de Formação do Trabalhador, com cursos técnicos e profissionalizantes. E num futuro bem próximo, a Faculdade do trabalhador.” ressalta Júlio emocionado.









 




























FONTE: STIM CTB CHAPA 1
03/02/2014

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

PISCINA INTERDITADA DIA 1 DE FEVEREIRO

ATENÇÃO ASSOCIADO DO CLUBE: POR MOTIVO DA FESTA DE POSSE A PISCINA FUNCIONARÁ ATÉ AS 12Hs (MEIO DIA) DIA 1/2 DEPOIS DESSE HORÁRIO SERÁ INTERDITADA!  

Compartilhe em suas redes sociais

Twitter Orkut Facebook Digg Stumbleupon Favoritos Mais